28 julho 2015

Post 1 - Viajando com filhos para Orlando-Disney!

Tirei um tempinho para fazer meu roteiro de viagem para Orlando, sendo compras e parques da Disney. Como muitas mamães que pretendem viajar para Orlando me pediram dicas, resolvi dividir em duas partes. Esse primeiro post sobre aeroporto, despacho do carrinho/bebê conforto, malas e dentro do avião (Ajuda para qualquer tipo de viagem essa parte). O segundo post sobre compras, alimentação e parques. Principais dúvidas e tudo para facilitar a vida de quem viaja com crianças e/ou bebês e até gravidinhas.

A primeira vez que fomos para os Estados Unidos, Heitor tinha 6 meses. Viajou somente eu, ele e minha mãe. Como meu marido não foi, tivemos que nos atentar quanto aos documentos exigidos. Além do Passaporte e o Visto Americano, precisamos da Autorização de viagem internacional para menor de idade (válido para quem estiver viajando sem um dos pais ou responsáveis). Imprimi quatro vias do formulário padrão, pois uma via fica em cada aeroporto que você entrar, seja conexão ou não. Preenchemos e reconhecemos a assinatura do meu marido no cartório. Esse formulário tem validade por 2 anos. Como o Passaporte do Heitor era válido somente por 1 ano devido a idade na época (veja a tabela de validade de Passaporte (veja a tabela de validade de Passaporte), em Junho desse ano fizemos um novo para ele, e os Passaportes de hoje, na hora do requerimento, você já pode pedir para que nele, já tenha a autorização para que o menor viaje sem um dos pais ou responsáveis. Ufa! Um documento a menos que teremos que andar rs.






Aeroporto

Em viagens Internacionais, devemos chegar no aeroporto 3 horas antes. Você tem duas opções, deixar seu filho correr pela sala de embarque, rolar no chão, assim vai se cansar e dormir por mais tempo no avião {ou não né? Rs} e/ou/com certeza levar o brinquedo favorito, revista para pintar. Lembre-se que o IPad uma hora acaba a bateria, então deixe para usar durante o voo, afinal são mais de 8 horas de viagem ou conexão. Queremos um bebê/criança comportada e quieta durante o trajeto né?




Carrinho e bebê conforto. Levo ou não levo?

Com o dólar alto, e dependendo do tempo que você ficará no país, o valor para alugar uma cadeirinha acaba sendo alto. Na primeira viagem eu levei somente o bebê conforto. Na hora do chek-in, despachei junto com as malas. Coloquei dentro de uma bolsa grande (pode ser saco) e ele chegou inteirinho.

Já o carrinho comprei em Miami. Na volta para o Brasil pensei que ia ser complicado despachar. Mas como estava em uso, não contou como mala e nem tivemos que pagar taxa porque não estava em caixa.

O carrinho ficou comigo até o momento de entrar no avião. Foi dessa forma com as três companhias diferentes que fui. Você fecha, coloca dentro de uma bolsa para proteger ou não, a aeromoça coloca uma etiqueta com número do voo, destino e nome do passageiro nas peças que ficarão sob responsabilidade deles, e nos dão uma segunda via com as mesmas informações. Quando você sai da aeronave, o carrinho já está lá for a a disposição. Isso ocorre com as conexões também. Uma vez parei no Peru por 50 minutos, e o carrinho estava na porta do avião, e assim fiz o mesmo procedimento.

A vigilância quanto aos carrinhos antes de entrar no avião e na sala de embarque é bem rigoroso, principalmente no aeroporto de Miami. Eles passam um pózinho, abrem fecham, levanta, desmontam. Fora essa parte chata, foi tudo perfeito, ainda mais se é bebê e para as horas das sonecas. Ajudou muito.

Super aprovado levar carrinho e bebe conforto.





Malas

Imagina uma mãe de primeira viagem + primeira vez que viaja para o exterior com seu filho = Era eu, catástrofe total! Fiz e refiz as malas umas mil vezes e tentei fazer uma malinha de mão básica que por pouco não virou uma mala de 10kg.

Como viajamos diversas vezes, já estou Expert nesse assunto. Na primeira viagem, Heitor era bebê, a bolsa dele de mão era enorme, com trocas de roupas, garrafa térmica, leite de fórmula, mamadeiras, papinhas, frutas, pano de boca, manta, documentos {capaz de achar um jacaré dentro da bolsa rs}. Enfim, muita coisa mesmo.

Então a primeira dica e bem útil que você deve seguir é levar na mala de mão o que realmente seu filho usa e precisa. Faça uma continha rápida do que ele usa em um dia. Levando em conta o tempo que vai ficar no aeroporto, avião e o trajeto até chegar no Hotel.

Hoje com 1 ano e 4 meses, a malinha de mão do Heitor que vou levar dentro do avião é bem básica e sem exageros, afinal é horrível ficar carregando peso sem necessidade.

Mala de mão {avião}:

  • 15 Fraldas {quantidade para 1 dia);
  • Lenço umedecido;
  • Pomada para assaduras;
  • Trocador portátil;
  • 2 mamadeiras com 100ml de água para leite;
  • 1 lata de leite de fórmula 400g;
  • Comida Gourmetzinho;
  • 1 Puffs da Gerber {cereal snack};
  • Ipad carregado;
  • 1 troca de roupa.

Pontos importantes:

  • Em viagens internacionais eles dão um cobertor e um travesseiro, não precisa levar uma manta já que eles fornecem;
  • Porque somente 100ml de água se ele mama 180ml? Por regras das companhias, do trajeto do embarque até aeronave, só é permitido entrar no avião com até 100ml de água. Caso precise, peça para aeromoça.
  • 1 troca de roupa, pois Heitor já vai bem confortável. A troca é somente se houver um deslize {se é que me entende}.
  • 1 lata de leite de fórmula, não é muito? Com a experiência que tive em avião, Heitor mamou muito e as vezes preferia leite. Então levo uma lata de 400g, imagina se acaba o leite! {para o avião que eu quero descer #sqn}.


Mala para passeios {dia a dia}:

  • 15 Fraldas;
  • Lenço umedecido;
  • Pomada para assaduras;
  • Trocador portátil;
  • 2 mamadeiras com 180ml de água para leite;
  • 1 mamadeira com água gelada;
  • 5 saches de leite de fórmula;
  • 1 Puffs da Gerber {cereal snack};
  • Frutas;
  • Suco orgânico;
  • Ipad carregado;
  • 1 manta;
  • 1 troca de roupa;
  • Protetor solar.

Chegando em Orlando uma das primeiras coisas que fazemos é ir no Walmart ou Target. Pois compramos alimentos para passar o dia e no Hotel quando der fome, como água, sucos e frutas {estilo marmitinha – acho mais gostoso e não gasta com besteiras}. Aproveito para comprar os saches do leite Enfamil para Heitor. Já comprei uma vez em Miami e foi super bem aceito. Assim não preciso ficar carregando o potinho com a fórmula, onde a dose equivale a três mamadeiras, além de não ocupar tanto espaço na bolsa.


Mala para despachar:

Fazer as malas é uma das partes mais legais, mas requer muita atenção, porque as vezes levamos mais do que precisamos e não usamos. Deve-se levar em conta o tempo que vai ficar e clima. Orlando em Agosto é um calor do deserto e ficaremos 1 semana lá. A mala que vou preparar é basicamente:

  • 10 bermudas;
  • 10 camisetas manga curta;
  • 3 calças moletom;
  • 2 tênis;
  • 5 meias;
  • 4 blusas de frio;
  • 3 pijamas;
  • 1 manta;
  • 1 protetor solar;
  • 2 pacotes de fralda com 32 unidades;
  • Remédios {tylenol, novalgina}
  • Produtos de higiene {escova, pasta de dente, sabonete}
  • 1 mamadeira 330ml extra;
  • 1 lata de leite 800g;
  • Comidas Gourmetzinho {explico no Post 2}.
Mala de despacho do Heitor.


Como vou comprar bastante roupas, então não vou levar uma mala cheia, porque já vai voltar estourando, além disso, a maioria dos Hotéis tem lavanderia.

No avião

Imagina que para um adulto ficar mais de 8 horas dentro do avião já é horrível, para uma criança é só multiplicar por mil. Não sei se a minha reza é forte, mas Heitor nunca me deu trabalho. Ele sempre foi de mexer em tudo, e eu deixo {se não for quebrar e puder mexer claro}, por isso que eu mencionei lá em cima, deixe o Ipad para hora do avião. Todas as aeronaves tem as telinhas com filmes novos, desenhos, músicas, mas criança não se importa com isso. Eles querem é mesmo o Ipad, Iphone, o que for com “I-alguma coisa”. Então o Ipad do Heitor estará bem carregado, com bateria extra e todos os desenhos dele.


Esse foi nosso primeiro post “Viajando com filhos”.

Amanhã vou postar dicas de Parques na Disney, melhores lojas e alimentação com os pequenos.


Grande beijo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sos amigas mamães - todos os direitos reservados 2014/2015 | design por jessica chan e programação por rebeca franca