13 fevereiro 2015

Os primeiros 1000 dias do bebê - Como preparar a chegada do bebê

Mamães, hoje vou começar a nova série: Os primeiros 1000 dias do bebê e seus estímulos.

Fase: Recém nascido. Como preparar o ambiente para a chegada do bebê?

O bebê quando nasce faz basicamente três coisas: dormir, comer e suas necessidades fisiológicas. A interação se da no momento dos cuidados e da alimentação do bebê. Ainda não é possível se pensar na estimulação através de exercícios.


Com a chegada do bebê, provoca infinitas mudanças não só na mamãe como todos que estão a sua volta, não é? Mas não é somente nessas pessoas que a transformação acontece. O ambiente onde esse pequenino vai chegar, precisa ser pensado e revisto.

Segundo a Neuropsicopedagoga Cynthia Pereira, existe uma lista de de dicas importantes para rever e ver se se estão em ordem para receber o bebê. Tais como:

  • Verificar a rotina da mãe e da família;
  • Se tiver mais filhos, planejar com quem eles ficarão nos dias que a mamãe estará na maternidade e quem poderá ajuda-lá nos primeiros dias em casa;
  • Deixar a dispensa abastecida, assim evitando sair de casa nos primeiros dias;
  • As roupinhas do bebê, merecem uma atenção especial. Precisando ser lavada, passada e depois organizada nas gavetas.
  • Escolher onde será os banhos do bebê. Verificando se o local não tem corrente de vento e se tem espaço adequado para a troca com segurança e conforto do bebê após o banho;
  • A casa precisa ser revisada, onde é interessante ver se precisa de reforma, pintura, dedetização e segurança;
  • Verificar se há necessidade de ar condicionado ou aquecedor na casa. Torneiras com água quente também são bem úteis;
  • O quarto do bebê também precisa ser pensado com antecedência. Escolha do berço, evitar bichos de pelúcia e enfeites onde possa acumular poeira;
  • Caso tenha animais de estimação, é fundamental acostuma-los com a chegada do bebê, deixando em contato com alguma roupinha com perfume que possa lembra-lo;
  • Fazer uma pasta com documentos, exames do bebê. Onde facilita muito na hora de ir ao pediatra;
  • Á mãe, cabe a função de amamentar e/ou leite artificial, descansar quando for possível, pois no início o bebê ainda não possui uma rotina estabelecida, podendo acordar várias vezes a noite e não sobrando tempo para outras atividades.
Eu por exemplo, não tive ajuda de ninguém nos primeiros dias em casa por opção minha, mesmo tendo um parto cesárea e mãe, sogra, avó para me ajudar. Passei por alguns estresses na gestação então decidi ficar somente eu, Heitor e marido em casa. Contei muito com a ajuda dele nas trocas de fraldas, hora de arrotar, quando Heitor acordava de madrugada ele sempre o pegava no berço e me dava para amamentar.

Se você não quer ajuda com o bebê, é essencial ter alguém para ajudar com outras atividades de casa, como roupa, comida, louça. Eu tinha uma ajudante que fazia deveres de casa e meu marido sempre trazia comida da rua. Então até os primeiros dois meses eu era 100% do Heitor.

Vale lembrar que é importante que essas coisas sejam estabelecidas um mês antes da chegada do bebê, assim evitando contratempos.

Nós no segundo dia em casa!



Participação - Cynthia Pereira
Neuropsicopedagoga
E-mail: psicocynthiapereira@yahoo.com.br

Um comentário:

  1. Falou tudo!!!!Aqui nos preparamos bem porém nunca é o suficiente =(

    ResponderExcluir

sos amigas mamães - todos os direitos reservados 2014/2015 | design por jessica chan e programação por rebeca franca